Saúde-doença do trabalhador: um guia para os profissionais

Cód: 


  • R$ 62,00

até de sem juros

ou à vista no boleto


Descrição

Autores: Almesinda Martins de O. Fernandes e Zileny da Silva Guimarães
Dimensões (cm) (LxAxLombada): 14x21x1,4
Número de páginas:  292
Ano de publicação: 2007
Edição: 1.ª
ISBN: 8574981400
Peso (gramas): 343 g

Sinopse

Saúde-doença do trabalhador: um guia para os profissionais objetiva auxiliar os profissionais que lidam na área de saúde e segurança do trabalho, especialmente no que se refere à aplicação dos procedimentos de assistência, de prevenção e de vigilância da saúde ocupacional, viabilizando as políticas de saúde e segurança voltadas ao trabalhador.
 


Sumário


  •     Primeira Parte
  •     INTRODUÇÃO À MICROBIOLOGIA E À PARASITOLOGIA
 
  •     CAPÍTULO I
  •     INTRODUÇÃO À MICROBIOLOGIA E À PARASITOLOGIA
  •     1 Conceitos    
  •     1.1 Classificação dos seres vivos    
  •     2 Reinos     
  •     2.1 Reino Monera    
  •     2.2 Reino Protista    
  •     2.3 Reino Fungi    
  •     2.4 Reino Animalia    
  •     3 Infecções parasitárias e transmissão dos agentes i­­nfecciosos    
  •     3.1 Cadeia de transmissão dos agentes infecciosos    
  •     3.2 Hospedeiro    
  •     3.3 Agente infeccioso    
  •     3.4 Dinâmica da transmissão das infecções parasitárias e das doenças transmissíveis    
  •     3.4.1 Transmissão direta de pessoa a pessoa     
  •     3.4.2 Transmissão indireta com a presença de hospedeiros intermediários ou vetores    
  •     3.4.3 Transmissão indireta com a  presença do meio ambiente    
  •     3.4.4 Transmissão vertical e horizontal    
  •     3.5 Principais vias de penetração dos agentes infecciosos    
  •     3.5.1 Penetração passiva    
  •     3.5.2 Penetração ativa    
  •     3.6 Principais vias de eliminação dos agentes infecciosos
   
  •     CAPÍTULO II
  •     BACTÉRIAS
  •     1 Conceito  
  •     1.1 Importância das bactérias  
  •     1.2 Formato das bactérias  
  •     1.3 Tipos de classificação  
  •     2 Principais doenças bacterianas  
  •     2.1 Hanseníase 
  •     2.1.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     2.1.2 Sinais e sintomas dermatológicos  
  •     2.1.3 Sinais e sintomas neurológicos   
  •     2.2 Tuberculose  
  •     2.2.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     2.3 Tétano  
  •     2.3.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     2.4 Sífilis   20
  •     2.4.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     2.5 Gonorreia  
  •     2.5.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     2.6 Cólera  
  •     2.6.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     2.7 Botulismo   
  •     2.7.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos
 
  •     CAPÍTULO III
  •     VÍRUS
  •     1 Conceito  
  •     2 Características virais  
  •     3 Principais doenças virais  
  •     3.1 Hepatite B  
  •     3.1.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.2 Hepatite C  
  •     3.2.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.3 Vírus da imunodeficiência humana (HIV) ou Aids  
  •     3.3.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.4 Dengue  
  •     3.4.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.5 Febre amarela  
  •     3.5.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.6 Raiva  
  •     3.6.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.7 Rubéola  
  •     3.7.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.8 Meningite por Haemophilus influenzae  
  •     3.8.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.9 Infecção pelo papiloma vírus humano (HPV)  
  •     3.9.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos
 
  •     CAPÍTULO IV
  •     PROTOZOÁRIOS
  •     1 Conceito
  •     2 Características dos protozoários  
  •     3 Principais doenças parasitárias   
  •     3.1 Malária  
  •     3.1.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.2 Doença de Chagas  
  •     3.2.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.3 Toxoplasmose  
  •     3.3.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos  
  •     3.4 Leishmania  
  •     3.4.1 Aspectos clínicos e epidemiológicos   
 
  •     CAPÍTULO V
  •     FUNGOS
  •     1 Conceito
  •     2 Características gerais dos fungos
  •     3 Classificação dos fungos
  •     4 Principais doenças transmitidas por fungos
 
  •     CAPÍTULO VI
  •     PRINCIPAIS MEDIDAS DE CONTROLE DAS INFECÇÕES         
  •     PARASITÁRIAS
  •     SEGUNDA PARTE
  •     TOXICOLOGIA OCUPACIONAL
 
  •     CAPÍTULO I
  •     TOXICOLOGIA OCUPACIONAL
  •     1 Considerações gerais
 
  •     CAPÍTULO II
  •     AGENTES QUÍMICOS NO ORGANISMO HUMANO
  •     1 Controle ou Monitoramento Ambiental  
  •     2 Controle ou  Monitoramento Biológico  
  •     2.1 Monitoramento Biológico propriamente
  •     dito ou de dose interna.  
  •     2.2 Monitoramento biológico de efeito  
  •     2.3 Indicador biológico de exposição ou Indicadores biológicos de intoxicação ou biomarcadores  
  •     2.4 Vigilância a saúde  
 
  •     CAPÍTULO III
  •     CLASSIFICAÇÃO QUÍMICA DOS PRINCIPAIS AGENTES  
 
  •     CAPÍTULO IV
  •     FICHAS TÉCNICAS DE AGENTES PATOGÊNICOS
 
  •     CAPÍTULO V
  •     O CAMPO E O PAPEL DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NA ATENÇÃO À SAÚDE DOS TRABALHADORES
  •     1 Considerações gerais
  •     1.1 O campo da saúde do trabalhador
  •     1.2 Bases legais para as ações de saúde do trabalhador
  •     1.3 A condição da saúde dos trabalhadores no Brasil
  •     1.4 As ações de saúde do trabalhador na rede
  •     pública de serviços de saúde
  •     1.5 O papel dos profissionais de saúde
  •     na atenção aos trabalhadores
 
  •     CAPÍTULO VI
  •     SAÚDE DO TRABALHADOR
  •     1 Considerações gerais
  •     2 As ações de saúde do trabalhador e políticas sociais
  •     2.1 O papel do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE)
  •     2.2 O papel do Ministério da Previdência e Assistência Social (MPAS)
  •     2.3 O papel do Ministério da Saúde/Sistema  Único de Saúde (MS/SUS)
  •     3 Assistência à saúde do trabalhador desenvolvida em nível local
  •     4 Informações básicas direcionadas  à saúde do trabalhador
  •     4.1 Acidente de trabalho
  •     4.1.1 Procedimento
  •     5 Doenças relacionadas ao trabalho
  •     6 Procedimentos a serem adotados frente ao diagnóstico   positivo de doenças relacionadas ao trabalho
  •     7 Instrumentos de coleta de informações para  a vigilância em saúde do trabalhador
  •     8 Portaria N.º 3.908, de 30 de outubro de 1998
  •     9 Norma Operacional de Saúde do Trabalhador (NOST/SUS)
  •     10 Portaria N.º 3.120 de 1.º de julho de 1998
  •     11   Portaria nº 1.823, de 23 de agosto de 2012,
  •     Institui a Política Nacional de Saúde  do Trabalhador e da Trabalhadora.
 
  •     CAPÍTULO VII
  •     POLÍTICA NACIONAL DE SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR
  •     1 Noções gerais
  •     2 Perfil de morte e adoecimento relacionados ao trabalho
 
  •     CAPÍTULO VIII
  •     CLASSIFICAÇÃO DE SCHILLING
  •     1 A classificação proposta por Schilling
 
  •     CAPÍTULO IX
  •     DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS  RELACIONADAS AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 Doenças relacionadas ao trabalho
  •     2.1 Carbúnculo (antraz)
  •     2.1.1 Fator epidemiológico
  •     2.1.2 Quadro clínico
  •     2.1.3 Forma de tratamento
  •     2.1.4 Educação em saúde
  •     2.2 Brucelose
  •     2.2.1 Fator epidemiológico
  •     2.2.2 Quadro clínico
  •     2.2.3 Forma de tratamento
  •     2.2.4 Educação em saúde
  •     2.3 Leptospirose
  •     2.3.1 Fator epidemiológico
  •     2.3.2 Quadro clínico
  •     2.3.3 Forma de tratamento
  •     2.3.4 Educação em saúde
  •     2.4 Psitacose, ornitose e doenças dos tratadores de aves
  •     2.4.1 Fator epidemiológico
  •     2.4.2 Quadro clínico
  •     2.4.3 Forma de tratamento
  •     2.4.4 Educação em saúde
  •     2.5 Leishmaniose cutânea
  •     2.5.1 Fator epidemiológico
  •     2.5.2 Quadro clínico
  •     2.5.3 Forma de tratamento
  •     2.5.4 Educação em saúde
  •     2.6 Doença causada pelo vírus da  imunodeficiência humana adquirida (Aids)
  •     2.6.1 Fator epidemiológico
  •     2.6.2 Quadro clínico
  •     2.6.3 Forma de tratamento
  •     2.6.4 Educação em saúde
  •     2.7 Paracoccidioidomicose
  •     2.7.1 Fator epidemiológico
  •     2.7.2 Quadro clínico
  •     2.7.3 Forma de tratamento
  •     2.7.4 Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO X
  •     NEOPLASIAS RELACIONADAS AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 Etapas e ações de vigilância de ambientes
  •     3 Etapas e ações de vigilância epidemiológica dos efeitos sobre a saúde
  •     4 Doenças neoplásicas
  •     4.1 Neoplasia maligna do estômago
  •     4.1.1 Fator epidemiológico
  •     4.1.2 Quadro clínico
  •     4.1.3 Forma de tratamento
  •     4.1.4 Educação em saúde
  •     4.2 Angiossarcoma do fígado
  •     4.2.1 Fator epidemiológico
  •     4.2.2 Quadro clínico
  •     4.2.3 Forma de tratamento
  •     4.2.4 Educação em saúde
  •     4.3 Neoplasia maligna do pâncreas
  •     4.3.1 Fator epidemiológico
  •     4.3.2 Quadro clínico
  •     4.3.3 Forma de tratamento
  •     4.3.4 Educação em saúde
  •     4.4 Neoplasia maligna da cavidade nasal
  •     e dos seios paranasais
  •     4.4.1 Fator epidemiológico
  •     4.4.2 Quadro clínico
  •     4.4.3 Forma de tratamento
  •     4.4.4 Educação em saúde
  •     4.5 Neoplasia maligna da laringe
  •     4.5.1 Fator epidemiológico
  •     4.5.2 Quadro clínico
  •     4.5.3 Forma de tratamento
  •     4.5.4 Educação em saúde
  •     4.6 Neoplasia maligna dos brônquios e do pulmão
  •     4.6.1 Fator epidemiológico
  •     4.6.2 Quadro clínico
  •     4.6.3 Forma de tratamento
  •     4.6.4 Educação em saúde
  •     4.7 Neoplasia maligna dos ossos e  cartilagens articulares dos membros
  •     4.7.1 Fator epidemiológico
  •     4.7.2 Quadro clínico e diagnóstico
  •     4.7.3 Forma de tratamento
  •     4.7.4 Educação em saúde
  •     4.8 Neoplasias malignas da pele
  •     4.8.1 Fator epidemiológico
  •     4.8.2 Quadro clínico
  •     4.8.3 Forma de tratamento
  •     4.8.4 Educação em saúde
  •     4.9 Mesoteliomas
  •     4.9.1 Fator epidemiológico
  •     4.9.2 Quadro clínico
  •     4.9.3 Forma de tratamento
  •     4.9.4 Educação em saúde
  •     4.10 Neoplasia maligna da bexiga
  •     4.10.1 Fator epidemiológico
  •     4.10.2 Quadro clínico
  •     4.10.3 Forma de tratamento
  •     4.10.4 Educação em saúde
  •     4.11 Leucemias
  •     4.11.1 Fator epidemiológico
  •     4.11.2 Quadro clínico
  •     4.11.3 Forma de tratamento
  •     4.11.4 Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO XI
  •     TRANSTORNOS MENTAIS E DO COMPORTAMENTO DOS TRABALHADORES
  •     1 Noções gerais
  •     2 Diversos tipos de transtornos mentais e comportamentais
  •     2.1 Demência
  •     2.1.1 Fator epidemiológico
  •     2.1.2 Quadro clínico
  •     2.1.3 Forma de tratamento
  •     2.1.4 Educação em saúde
  •     2.2 Delirium
  •     2.2.1 Fator epidemiológico
  •     2.2.2 Quadro clínico
  •     2.2.3 Forma de tratamento
  •     2.2.4 Educação em saúde
  •     2.3 Transtorno cognitivo leve
  •     2.3.1 Fator epidemiológico
  •     2.3.2 Quadro clínico
  •     2.3.3 Forma de tratamento
  •     2.3.4 Educação em saúde
  •     2.4 Transtorno orgânico de personalidade
  •     2.4.1 Fator epidemiológico
  •     2.4.2 Quadro clínico
  •     2.4.3 Forma de tratamento
  •     2.4.4 Educação em saúde
  •     2.5 Alcoolismo crônico relacionado ao trabalho
  •     2.5.1 Fator epidemiológico
  •     2.5.2 Quadro clínico
  •     2.5.3 Forma de tratamento
  •     2.5.4 Educação em saúde
  •     2.6 Episódios depressivos
  •     2.6.1 Fator epidemiológico
  •     2.6.2 Forma de tratamento
  •     2.6.3 Educação em saúde
  •     2.7 Estado de estresse pós-traumático
  •     2.7.1 Fator epidemiológico
  •     2.7.2 Quadro clínico
  •     2.7.3 Forma de tratamento
  •     2.7.4 Educação em saúde
  •     2.8 Neurastenia (síndrome de fadiga)
  •     2.8.1 Fator epidemiológico
  •     2.8.2 Quadro clínico
  •     2.8.3 Forma de tratamento
  •     2.8.4 Educação em saúde
  •     2.9 Neurose profissional
  •     2.9.1 Fator epidemiológico
  •     2.9.2 Quadro clínico
  •     2.9.3 Forma de tratamento
  •     2.9.4 Educação em saúde
  •     2.10 Esgotamento profissional (síndrome de burn-out)
  •     2.10.1 Fator epidemiológico
  •     2.10.2 Quadro clínico
  •     2.10.3 Forma de tratamento
  •     2.10.4 Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO XII
  •     DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO RELACIONADAS AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 Ataxia cerebelosa
  •     2.1 Fator epidemiológico
  •     2.2 Quadro clínico
  •     2.3 Forma de tratamento
  •     2.4 Educação em saúde
  •     3 Parkinsonismo secundário devido a outros agentes externos
  •     3.1 Fator epidemiológico
  •     3.2 Quadro clínico
  •     3.3 Forma de tratamento
  •     3.4 Educação em saúde
  •     4 Distúrbios do ciclo vigília-sono
  •     4.1 Fator epidemiológico
  •     4.2 Quadro clínico
  •     4.3 Forma de tratamento
  •     4.4 Educação em saúde
  •     5 Transtornos do nervo trigêmeo
  •     5.1 Fator epidemiológico
  •     5.2 Quadro clínico
  •     5.3 Forma de tratamento
  •     5.4 Educação em saúde
  •     6 Transtornos do nervo olfatório (anosmia)
  •     6.1 Fator epidemiológico
  •     6.2 Forma de tratamento
  •     6.3 Educação em saúde
  •     7 Transtorno do plexo braquial
  •     7.1 Fator epidemiológico
  •     7.2 Quadro clínico
  •     7.3 Forma de tratamento
  •     7.4 Educação em saúde
  •     8 Mononeuropatias dos membros superiores
  •     8.1 Fator epidemiológico
  •     8.2 Quadro clínico
  •     8.3 Forma de tratamento
  •     8.4 Educação em saúde
  •     9 Mononeuropatias do membro inferior (lesão do nervo poplíteo lateral)
  •     9.1 Fator etiológico
  •     9.2 Quadro clínico
  •     9.3 Forma de tratamento
  •     9.4 Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO XIII
  •     DOENÇAS DO OUVIDO RELACIONADAS AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 Doenças do ouvido
  •     2.1 Otite média (barotrauma do ouvido médio)
  •     2.1.1 Fator epidemiológico
  •     2.1.2 Quadro clínico
  •     2.1.3 Forma de tratamento
  •     2.1.4 Educação em saúde
  •     2.2 Perfuração da membrana do tímpano
  •     2.2.1 Quadro clínico
  •     2.3 Forma de tratamento
  •     2.4 Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO XIV
  •     DOENÇAS DO SISTEMA CIRCULATÓRIO RELACIONADAS AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 Hipertensão arterial e doença renal
  •     hipertensiva ou nefrosclerose
  •     2.1 Fator epidemiológico
  •     2.2 Classificação da HAS
  •     2.3 Forma de tratamento
  •     2.4 Educação em saúde
  •     3 Infarto agudo do miocárdio
  •     3.1 Fator epidemiológico
  •     3.2 Quadro clínico
  •     3.3 Forma de tratamento
  •     3.4 Educação em saúde
  •     4 Cor pulmonale ou doença cariopulmonar crônica
  •     4.1 Fator epidemiológico
  •     4.2 Quadro clínico
  •     4.3 Forma de tratamento
  •     4.4 Educação em saúde
  •     5 Aterosclerose
  •     5.1 Fator epidemiológico
  •     5.2 Quadro clínico
  •     5.3 Forma de tratamento
 
  •     CAPÍTULO XV
  •     Doenças do sistema respiratório relacionadas ao trabalho
  •     1 Noções gerais
  •     2 Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) – asma
  •     obstrutiva, bronquite crônica, asmática, obstrutiva crônica
  •     2.1 Fator epidemiológico
  •     2.2 Quadro clínico
  •     2.3 Forma de tratamento
  •     2.4 Educação em saúde
  •     3 Pneumoconiose devido à poeira da sílica – silicose
  •     3.1 Fator epidemiológico
  •     3.2 Quadro clínico
  •     3.3 Forma de tratamento
  •     3.4 Educação em saúde
  •     4 Beriliose, siderose e estanhose
  •     4.1 Quadro clínico
  •     4.2 Forma de tratamento
  •     4.3 Educação em saúde
  •     5 Ulceração e perfuração do septo nasal
  •     5.1 Fator epidemiológico
  •     5.2 Quadro clínico
  •     5.3 Forma de tratamento
  •     5.4 Educação em saúde
  •     6 Bissinose
  •     6.1 Fator epidemiológico
  •     6.2 Quadro clínico
  •     6.3 Forma de tratamento
  •     6.4 Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO XVI
  •     DOENÇA DO SISTEMA DIGESTIVO  RELACIONADA AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 Cólica do chumbo
  •     2.1 Fator epidemiológico
  •     2.2 Quadro clínico
  •     2.3 Forma de tratamento
  •     2.4 Educação em saúde.
 
  •     CAPÍTULO XVII
  •     DOENÇAS DE PELE RELACIONADAS AO TRABALHADOR
  •     1 Noções gerais
  •     2 Dermatites de contato por irritantes
  •     2.1 Fatores epidemiológicos e classificação
  •     2.2 Quadro clínico
  •     2.3 Forma de tratamento
  •     2.4 Educação em saúde
  •     3 Dermatoses papulopustulosas
  •     3.1 Fator epidemiológico
  •     3.2 Quadro clínico
  •     3.3 Forma de tratamento
  •     3.4 Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO XVIII
  •     DOENÇA HEMATOPOIÉTICA  RELACIONADA AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 Síndromes mielodisplásicas
  •     2.1 Fator epidemiológico
  •     2.2 Quadro clínico
  •     2.3 Forma de tratamento
  •     2.4 Educação em saúde
  •     3 Outras anemias devidas a transtornos enzimáticos
  •     3.1 Fator epidemiológico
  •     3.2 Quadro clínico
  •     3.3 Forma de tratamento
  •     3.4 Educação em saúde
  •     4 Agranulocitose (neutropenia tóxica)
  •     4.1 Fator epidemiológico
  •     4.2 Quadro clínico
  •     4.3 Forma de tratamento
  •     4.4 Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO XIX
  •     DOENÇA DO SISTEMA OSTEOMUSCULAR  RELACIONADA AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 LER/DORT
  •     3 Sinovites, tenossinovites e dedo em gatilho
  •     3.1 Sinovite
  •     3.2 Tenossinovite
  •     3.3 Dedo em gatilho
  •     3.4. Fator epidemiológico
  •     3.5. Quadro clínico
  •     3.6. Educação em saúde
  •     4 Bursite
  •     4.1. Quadro clínico
  •     4.2. Educação em saúde
 
  •     CAPÍTULO XX
  •     DOENÇA DO SISTEMA GENITURINÁRIO  RELACIONADA AO TRABALHO
  •     1 Noções gerais
  •     2 Nefropatia tubulointersticial induzida por metais pesados
  •     2.1 Fator epidemiológico
  •     2.2 Quadro clínico
  •     2.3 Educação em saúde
  •     3 Infertilidade masculina
  •     3.1 Fator epidemiológico
  •     3.2 Quadro clínico
  •     3.3 Forma de tratamento
  •     3.4 Educação em saúde
  •     GLOSSÁRIO
  •     REFERÊNCIAS

Comentário (0)

Recomendado para você

Psicologia e relações humanas no trabalho ..

Psicologia e relações humanas no trabalho ..

Autores: Almesinda Martins de O. Fernandes, Cassio Fernandes de Oliveira e Milena Oliveira da Silva ..

R$ 55,00